Soylent é um shake nutritivo, um alimento artificial, que promete suprir todas as necessidades alimentícias de uma pessoa.

Imagine uma época em que não é preciso plantar, colher e nem preparar alimentos para se alimentar bem e ingerir todos os nutrientes necessários que nosso corpo precisa para se manter ativo. Isso pode parecer um enredo de um filme futurista, no qual a escassez de alimento é algo real e a humanidade precisa encontrar formas de sobreviver, mas, na verdade, esse é apenas um fato que já vem acontecendo nos Estados Unidos para alguns cidadãos que decidiram experimentar a fórmula sintética de alimentação batizada de Soylent.

Soylent

No começo de 2013, o engenheiro Rob Rhinehart decidiu estudar tudo do qual o corpo precisasse para sobreviver, depois de um tempo de pesquisa ele chegou a uma fórmula nutricional com mais de 30 ingredientes que promete ter as dosagens certas de minerais, potássio, zinco, vitaminas A, B, D, E, K e C, além dos minerais necessários para um bom funcionamento do corpo. Essa fórmula foi desenvolvida graças a ajuda de Xavier Pi-Sunyer, o diretor do departamento de nutrição de uma das universidades mais respeitadas e conhecidas dos EUA, a Universidade Columbia.

Disposto a mostrar que estava certo, o engenheiro passou a se alimentar apenas da substância, que nada mais é do que um pó que, quando misturado com água ou leite, se torna homogêneo e levemente adocicado, como massa de bolo. Foi com essa experiência e ao perceber que se sentia mais ativo e disposto que Rhinehart decidiu que sua invenção poderia modificar o modo como as pessoas consomem alimento em todo o mundo.

Como o Soylent começou a ser produzido

Para conseguir realizar a produção comercial do produto, o engenheiro recorreu a um site de crowdfunding e arrecadou milhares de dólares nos EUA. Assim, em parceria com o cientista da Universidade Columbia, conseguiu expandir o negócio para milhares de pessoas. Hoje as encomendas do produto já ultrapassam a cifra de um milhão de dólares, além de investimentos de outras empresas que eles receberam.

Vendido apenas nos EUA, a fórmula está em constante adaptação e promete a cada dia se tornar mais eficaz para quem decidir se alimentar apenas dessa forma. Cada pacote da refeição sai atualmente por cerca de U$ 3, o pacote vendido contém mais de 28 refeições e não custa menos que 255 dólares, um preço ainda muito salgado para o bolso dos brasileiros, já que o pacote alimenta apenas uma pessoa.

Opinião dos especialistas

Como o produto é novo, foi lançado há um ano, ainda não existem estudos ou pesquisas que comprovem sua eficácia e relatam se ele faz bem ou não para o nosso organismo. Por esse motivo, alguns cientistas apostam no alimento como algo inovador e que pode revolucionar o modo como encaramos nossa alimentação, enquanto outros afirmam que nenhum alimento sintético é capaz de suprir de modo prolongado as necessidades humanas e, por isso, não é recomendado para ninguém.

Enquanto o embate continua, o Soylent vai ganhando cada vez mais adeptos e sendo reformulado com frequência. Por enquanto, ele é apenas um produto que promete mudanças significativas no modo como encaramos nossa alimentação.

 

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Soylent_(drink)
Veja mais receitas deliciosas nos

Mundo Gourmet

Outras receitas que você vai adorar:

Receba GRÁTIS receitas no seu email:  

2 comentários para “Conheça o Soylent, o alimento do futuro”

  1. Vanessa 22/4/2015

    Oi boa noite? Agora que eu conheci o salt de vcs, gostaria d saber, antes der colocar o glacê não tem colocar em volta do bolo uma coisa para fiquisar o glacê melhor..sou iniciante e no monumento não posso pagar curso, MSS a dicas d vcs são ótimas estou adorando estou indicando o salt d vcs.. Que pena vcs não tem aplicativo da receita de vcs…haaa não achei na página d glacê para deixa o comentários.. Desculpa por deixa aqui…obrigada espero ansiosa a sua respinta.que Deus te abençooee.sem ele não Samos nada…

    • Losana 29/4/2015

      Olá Vanessa!
      Para glacês comuns não há necessidade de se passar nada no bolo antes.
      Para aplicação de pastas há a necessidade de se passar fina camada de glacê real ou de doce de leite no bolo para depois aplicar a pasta.
      Beijos

Deixe o seu comentário