Devido a sua enorme popularidade, a cafeína presente no café é uma substância mal compreendida. É uma substância que funciona de formas diferentes em pessoas diferentes.

Como temos tolerâncias diferentes a cafeína é importante entendê-la mais a fundo para que funcione melhor para você.

Nós raramente pensamos e pesquisamos para saber o porquê de tantos de nós amarmos o nosso café, chá, refrigerantes e bebidas energéticas.

Receita de Efeitos do Café e Bebidas com Cafeína - efeitos-do-cafe-e-bebidas-com-cafeina

A cafeína é uma droga presente naturalmente em alguns alimentos e adicionada frequentemente em alimentos industrializados. É ligeiramente viciante e isso é provavelmente um dos motivos para os fabricantes de refrigerantes adicioná-la aos seus produtos. Muitas pessoas que consomem alimentos com cafeína apresentam sintomas de abstinência quando param de utilizá-los, por exemplo, dores de cabeça, irritabilidade e insônia.

O que temos a seguir é um breve resumo sobre como a cafeína afeta a produtividade, elaborado a partir de várias fontes descritas no final do artigo.

 

A cafeína não deixa você ligado

O cérebro e a cafeína ainda estão longe de serem totalmente compreendidos e explicados pela ciência, mas há um consenso de que a cafeína afeta a sua mente.

A cafeína possui uma meia-vida de aproximadamente 8 horas, o que na maioria das vezes nos leva a uma busca constante por mais cafeína para manter o vício. Desta forma, quando você acorda você se sente exausto e com vontade de tomar um café. E logo que você bebe o seu cafezinho, você acaba com os sintomas da abstinência e se sente pronto para o trabalho.

Durante todo o tempo em que você está acordado, a atividade produzida pelos neurônios no seu cérebro produz, entre outras, uma substância chamada adenosina. E seu sistema nervoso fica o tempo todo monitorando os níveis de adenosina através de receptores. Quando os níveis de adenosina chegam a um certo nível o seu corpo começa a sentir cansaço e sono.  Há muitos receptores de adenosina no corpo, e a cafeína interage principalmente com o receptor chamado A1.

Quando a cafeína é consumida, por exemplo, a partir de um café expresso, ela funciona como um bloqueador da adenosina. Ela vai diretamente para os receptores e, devido a sua semelhança com a adenosina, ela é aceita pelo receptor como se fosse adenosina e cria um bloqueio para a adenosina verdadeira. Com estes receptores bloqueados outras substancias tem mais liberdade para agir, como a dopamina, que funciona como um estimulante.

Desta forma, não é a cafeína que deixa você ligado, mas sim este bloqueio das substancias que sinalizam ao seu cérebro que está na hora de descansar. Os efeitos variam de pessoa para pessoa, em intensidade e duração, dependendo da genética da pessoa. Um ponto importante é que a cafeína não é um estimulante direto como a anfetamina ou a cocaína, e seus efeitos são muito mais sutis.

Aumenta a sua velocidade, mas não a sua habilidade

Receita de Efeitos do Café e Bebidas com Cafeína - 5020665036_958795863c
Por Stepheye

Algumas personalidades famosas como Ludwig van BeethovenNapoleão Bonaparte adoravam um café; mas o efeito do café não necessariamente melhoravam a sua performance. Há um consenso nos estudos sobre a cafeína que a performance e qualidade do trabalho podem ser melhoradas, mas somente em trabalhos diretos e simples, e que não necessitem muito pensamento abstrato e criativo. A cafeína também ajuda a memória, facilitando a memorização e a retenção de listas e respostas para exames.

Alguns pesquisadores também relacionam a melhora da memória com o efeito da cafeína na produção de adrenalina. Temos por exemplo memórias bem vívidas de momentos terríveis ou incríveis da sua vida, momentos em que a adrenalina estava a todo vapor.

De qualquer forma, quando você pensar em cafeína, pense que ela melhora a sua velocidade, e não que faz você ficar mais inteligente ou habilidoso. Provavelmente ainda estamos apenas no meio do caminho pare entender todos os efeitos da cafeína no nosso cérebro e corpo.

Tolerância e dores de cabeça

Quando alguém ingere uma bebida com cafeína regularmente, o corpo e a mente começam a desenvolver uma certa tolerância, precisando de cada vez uma dose maior para chegar no mesmo efeito. E este é um fato que a maioria dos pesquisadores concordam.  Se você sempre toma a mesma quantidade de café todos os dias, então provavelmente você não sente mais os efeitos do café, mas por outro lado, se você parar de tomar café, aí em algum momento entre 12 e 24 horas você irá começar a sentir os efeitos da abstinência da cafeína.

O motivo para sentirmos estes efeitos de abstinência é bem simples e comum à maioria das substancias que causam dependência. O seu cérebro estava acostumado a operar de uma certa maneira com a presença da cafeína, e de uma hora para outra ele precisa começar a trabalhar de outra forma, com mudanças na forma que os receptores A1 estão trabalhando.

As dores de cabeça são muito comuns, quase universais, durante o período de abstinência. Mas outros efeitos como depressão, fadiga, letargia, irritabilidade e náusea também podem fazer parte dos efeitos.

Geralmente você estará livre dos efeitos da falta da cafeína depois de 10 dias, mas tudo depende da sua fisiologia e outros fatores que podem influenciar.

Aprendendo a tirar o máximo do café (e qualquer outra coisa com cafeína)

Depois de 4 copos de café de uma vez só, mais café não vai te deixar mais alerta ou ligado. E se você chegar ao exagero de 10 copos você estará provavelmente menos alerta e mais sonolento do que alguém que não toma café. Fora o risco de alucinações e outros efeitos colaterais.

Então o que podemos fazer para conseguir aquela concentração, que às vezes vem junto com o cafezinho, mas sem criar uma dependência?

Tome menos café, e beba de uma forma mais estratégica. Não bebendo regularmente e só após alguns dias, faz com que você não desenvolva tolerância e que não tenha abstinência. E sempre que você beber o café vai logo sentir os seus efeitos. Sabemos que isso é difícil, e se você leu até aqui é porque realmente gosta de um café, e provavelmente adora um expresso.

Este é o nosso resumo sobre os efeitos da cafeína. Se você tem alguma dica sobre como o café, ou energéticos, ou qualquer outra coisa com cafeína te ajudam, então mande nos comentários. Vamos adorar saber o que os nossos leitores pensam sobre o assunto.

Veja também o nosso post de dicas sobre o café.

Fontes:
http://lifehacker.com/5585840
http://lifehacker.com/5585217/what-caffeine-actually-does-to-your-brain
http://www.cspinet.org/new/cafchart.htm
Mundo Gourmet, Dicas e curiosidades, Bebidas

Outras receitas que você vai adorar:

Receba grátis receitas no seu e-mail:

3 comentários para “Efeitos do Café e Bebidas com Cafeína”

  1. Drika 20/2/2012

    Gostei bastante deste post. Um abraço, Drika

  2. Susana 22/2/2012

    Muita informação util ;) Obrigada por partilhar. Felicidades

  3. Socorro Costa 6/3/2012

    obrigada pelas informações ,elas serão muito uteis para mim.

Deixe o seu comentário