Uma boa forma de aprender sobre a história de determinado país, é analisando seus costumes gastronômicos.

A maneira como o homem foi aprendendo a lidar com as mudanças ao seu redor, como a evolução das atividades agrícolas e pastoris ou o avanço das ferramentas utilizadas por sua civilização, são refletidas em seu prato ao redor do mundo. Por exemplo, em algumas organizações religiosas, como as egípcias, o azeite era utilizado em cultos, por ser considerado sagrado, já as populações ligadas com a cultura ocidental judaico-cristã tendem a ter maior apreço por vinhos, aparecendo inclusive em registros de templos bíblicos, que relatam o emprego da bebida na preparação de alimentos.

Conheça algumas comidas típicas de vários países pelo mundo:

 

Argentina

Empanada de Carne

Com a colonização espanhola ao longo dos séculos XVI e XVI, a culinária que era até então baseada em comidas feitas a base de milho, passou a dar maior importância a alimentos com carne e hoje os argentinos são conhecidos como os maiores consumidores de carne vermelha do mundo. Com isso, o churrasco argentino ganha bastante destaque e inclui diversos tipos de carnes, como morcilla (chouriço) e tripas.

Há também os costumes que foram incorporados dos povos indígenas e crioulos, como por exemplo as tradicionais empanadas, que são massas recheadas com carne de vaca cortada à mão em cubos pequenos e cozida com gordura de carne, e o locro, uma mistura de milho, feijão, carno, bacon, cebola e abóbora. A erva-mate, que no Brasil damos o nome de chimarrão, também é muito presente no cotidiano argentino.

 

Mexico

Boa parte da influência da culinária mexicana veio da época pré-colombiana, com características espanholas e astecas. Sempre com forte presença da pimenta, inclusive em doces, o milho é um ingrediente que se destaca, além do feijão e de alguns produtos de origem indígena como o tomate, a abóbora, o abacate e o cacau.

Nachos CalientesUm prato típico mexicano é a guacamole, um purê com base de abacate temperado, que é servido como acompanhamento de muitas refeições. Uma curiosidade é que a guacamole original levava chocolate em sua composição. Os nachos, aquelas triangulares crocantes, feitas basicamente de milho e cobertas por queijo, também são realçados nessa culinária, além das quesadillas, que são tortillas de milho amassadas com sal e banha de porco e grelhadas para se fundir com o queijo do recheio.

 

França

A culinária francesa é considerada a mais chique do mundo, apesar de haver grande variedade na composição dos ingredientes por toda a França. A presença  de queijos e carnes exóticas é reconhecida mundialmente. O foiegras, por exemplo, é o fígado de um pato ou ganso que foi super-alimentado e possui consistência amanteigada. Acredita-se que o crepe, muito comum em diversas regiões da Europa, tenha surgido na França por volta de 1930.

CroissantHá indícios de que essa popularidade tenha se dado com Vitor Hugo, na época da Renascença, que desejava ser um de Lês Miserables na hora da refeição. O prato é um tipo de panqueca feita a base de farinha de trigo, leite e ovos, preparada numa frigideira, podendo ser doce ou salgado.

Outro costume culinário de peso é o consumo de vinhos. O mais tradicional por lá, principalmente depois da Segunda Guerra Mundial, é o encorpado vinho feito da uva Merlot, que geralmente apresenta aroma de frutas vermelhas, amoras e ameixas pretas e até chocolate e cassis.

 

Itália

Pizza de Sobra de ArrozAo falar de culinária italiana, não podemos deixar de fora a pizza e massas, mas vale lembrar que a cultura gastronômica do país vai bem além disso. Por exemplo, os italianos são grandes consumidores de sorvete e café. A tradição dos gelatos italianos surgiu na cidade de Florença no século XVI, mas desde o século I o costume já dava os primeiros passos, com o imperador romano Nerone, que mandava trazer gelo e neve das montanhas para misturar às frutas frescas. A bruschetta, um antepasto feito à base de pão e tostado com azeite e alho, é outro prato típico italiano.

Por lá, o custume do vinho também é muito presente e o sucesso fica por conta da Sangiovese, que é a uva mais cultivada do país. Inclusive, os supertoscanos muitas vezes utilizam o Merlot francês na mistura com Sangiovese, por conta do efeito de suavização.

 

Japão

Woman's hand taking philadelphia sushiA prioridade da culinária japonesa está na qualidade de seus produtos e no tempero dos alimentos. O arroz é um ingrediente essencial, já que a maior parte dos pratos são feitos ou acompanhados por ele. O molho de soja, as verduras e legumes também se dão muito presentes nessa cultura. A grande presença de carne de peixe nos alimentos é resultado da localização do país.

O Lamen, um macarrão de origem chinesa mergulhado em caldos diversos e temperados com shoyu, também é muito presente na culinária japonesa, além do gyudon, que é uma tigela de arroz coberta com carne de boi e cebola, cozidos em um molho adocicado. Já o sushi era inicialmente vendido em barracas de comida na rua, como uma opção de comida rápida, parecido com os fastfoods, e tem origem numa técnica antiga de conservação de carne de peixe em arroz avinagrado.

Outro fato interessante do Japão são os famosos hashis, aquelas varetas de madeira ou metal, que os japoneses utilizam como talher, no lugar dos garfos e facas que estamos habituados no ocidente.

 

Fontes:
http://sonoma.com.br/
http://www.r7.com/
Veja mais receitas deliciosas nos

Mundo Gourmet

Outras receitas que você vai adorar:

Receba GRÁTIS receitas no seu email:  

2 comentários para “Comidas típicas dos países – 1”

  1. Elenita Fatima Silva Nunes 9/3/2015

    amei as receitas vou faser uma nestas receitas \ obrigado por enviar receitas tao gostosas. obrigado mesmo .

  2. Marlene De Oliveira Torres 12/9/2016

    Gosto muito das receitas apresentadas de mae,espero receber muitas, se possivel tambem sem glutem logo divulgRei os resultados

Deixe o seu comentário